Approaches to the relationship between cultural diversity and user experience in design products: a systematic review

Autores

  • Christiano Hagemann Pozzer Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS https://orcid.org/0000-0002-1566-6855
  • Vinícius Gadis Ribeiro Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS https://orcid.org/0000-0001-7727-2088
  • Gabriela Zubaran de Azevedo Pizzato Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Palavras-chave:

design e diversidade cultural, design intercultural, design transcultural, experiência do usuário, interação humano-produto.

Resumo

O presente estudo visa identificar a influência do contexto cultural do usuário na sua interação com produtos de design. Para tal, é realizada uma revisão sistemática de literatura compreendendo 80 artigos no escopo do design para a diversidade cultural, com ênfase na experiência do usuário, estes publicados em periódicos internacionais no período entre 1996 e 2018. O objetivo central do trabalho concentra-se na classificação e análise destes artigos, fazendo-as de acordo com os seguintes critérios: [1] tipo de pesquisa; [2] áreas do conhecimento; [3] análise dos métodos de estudo cultural; e [4] análise das culturas avaliadas e avaliadoras. Os resultados obtidos indicam a predominância do eixo América do Norte / Europa como motivadores de pesquisas no campo do design para a diversidade cultural, em grande parte incentivados por suas relações econômicas e diferenças culturais com nações asiáticas como China, Coréia do Sul e Japão. Evidenciam-se também o número inferior de pesquisas que trazem o eixo América Latina / África como foco, tanto em produção quanto como objeto. O estudo apresenta também o uso repetido de alguns métodos de análise cultural, sendo destacada a Teoria das Dimensões Culturais de Hofstede, o que indica a tendência do corpo de pesquisas revisado a se desenvolverem no formato comparativo entre culturas – ou estudos transculturais. Outros modelos, como estudos multiculturais ou interculturais, são recentes e ainda escassos. Por fim, os resultados evidenciam a influência do contexto cultural do usuário na sua interação com produtos de design e dá um passo adiante na concepção de um campo teórico sólido para o design para a diversidade cultural.

Biografia do Autor

Christiano Hagemann Pozzer, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Mestrando em Design e Tecnologia pelo Programa de Pós-Graduação em Design da Universidade Federal do Rio Grande do Sul - PGDesign UFRGS.Graduação em Design de Produto pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.Atuação nas áreas: design e cultura; design, teoria e crítica do design; design anthropology; e antropologia dos materiais.

Vinícius Gadis Ribeiro, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Professor no Programa de Pós-Graduação em Design da Universidade Federal do Rio Grande do Sul - PGDesign UFRGS.Doutorado em Computação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.Mestrado em Administração pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.Graduação em Ciências da Computação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.Graduação em Ciências Náuticas pelo Ministério da Marinha.Professor Associado pelo Departamento Interdisciplinar e pelo Programa de Pós-Graduação em Design da UFRGSAtuação nas áreas: Projetos de Segurança Computacional, na área de Métodos de Pesquisa, no emprego de Modelos Matemáticos para Otimização de Projetos e no emprego de Modelos Matemáticos para Simulações de Fenômenos.

Gabriela Zubaran de Azevedo Pizzato, Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Professora no Programa de Pós-Graduação em Design da Universidade Federal do Rio Grande do Sul - PGDesign UFRGS.Doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.Mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Rio Grande do SulEspecialização em andamento em Neurociências e Comportamento pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.Especialização em Arquitetura Comercial pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos.Graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.Atuação nas áreas: Design de Produto e Arquitetura, com ênfase no desenvolvimento e avaliação de produtos e ambientes, atuando principalmente nos seguintes temas: ergonomia de produto e ambiente; a abordagem da emoção no design; design e comportamento.

Referências

BÜRDECK, Bernard. História, teoria e prática do design de produtos. São Paulo: Edgar Blücher, 2006.

CHAVAN, Apala; GORNEY, Douglas; PRABHU, Beena; e ARORA, Sarit. The washing machine that ate my Sari - Mistakes in cross-cultural design. Interactions, New York, v. 16, n. 1, p. 26-31, 2009.

CHRISTIAANS, Henri; DIEHL, Jan. Globalization and Cross-Cultural Product Design. DS 36: Proceedings DESIGN 2006, the 9th International Design Conference, Dubrovnik, p. 503-510, 2006.

______. The necessity of design research into cultural aspects. IASDR07 Proceedings: Emerging trends in design research. ed. / S Poggenpohl. Hong Kong: The Hong Kong Polytechnic University, p. 1-8, 2007.

CLEMMENSEN, Torkil. Templates for cross-cultural and culturaly specific usability testing: results from field studies and ethnographic interviewing in three countries. International Journal of Human–Computer Interaction, v. 27, n. 7, p. 634-669, 2011.

CLEMMENSEN, Torkil; RANJAN, Aparan; e BØDKER, Mads. How cultural knowledge shapes core design thinking—a situation specific analysis. CoDesign, v. 14, n. 2, p. 115-132, 2017.

CUI, Tinguru; WANG, Xinwei; e TEO, Hock-Hai. Building a culturally-competent web site: a cross-cultural analysis of web site structure. Journal of Global Information Management, v. 23, n. 4, p. 1-25, 2015.

DE ANGELI, Antonella. Cultural variations in virtual spaces design. AI & Society, v. 24, n. 3, p. 213-223, 2009.

Divisão Estatística das Nações Unidas (UNSD). Standard country or area codes for statistical use (M49), 2019. Disponível em: <https://unstats.un.org/unsd/methodology/m49/>. Acesso em: 21 de dez. de 2019.

FAIOLA, Anthony; HO, Chin-Chang; TARRANT, Mark; e MACDORMAN, Karl. The Aesthetic Dimensions of U.S. and South Korean Responses to Web Home Pages: A Cross-Cultural Comparison. International Journal of Human–Computer Interaction, v. 27, n. 2, p. 131-150, 2011.

FAIOLA, Anthony e MACDORMAN, Karl. The influence of holistic and analytic cognitive styles on online information design: toward a communication theory of cultural cognitive design. Information, Community & Society, v. 11, n. 3, p. 348-374, 2008.

FRÓIS, Katja Plotz. Globalização e a cultura identidade no mundo de iguais. Cadernos de Pesquisa Interdisciplinar em Ciências Humanas, Florianópolis, v. 5, n. 62, p. 2-10, jan. 2004.

GARCÍA CANCLINI, Nestor. Representaciones e interculturalidad. Diferentes, desiguales o desconectados. Revista CIDOB d’Afers Internacionals, Barcelona, n. 66-67, p.113-133, 2004.

GETTO, Guiseppe e AMANT, Kirk. Designing globally, working locally: using personas to develop online communication products for international users. Communication Design Quarterly, v. 3, n. 1, p. 24-46, 2015.

GINZBURG, Carlo. O queijo e os vermes: o cotidiano e as ideias de um moleiro perseguido pela inquisição. São Paulo: Companhia das Letras, 1987.

GRAY, Colin e BOLING, Elizabeth. Designer's articulation and activation of instrumental design judgement in cross-cultural user research. CoDesign, v. 14, n. 2, p. 79-97, 2018.

HALL, Stuart. A Identidade Cultural na Pós-Modernidade. Rio de Janeiro: DP&A, 2006.

______. Da Diáspora – Identidades e mediações culturais. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2008.

______. La cuestión multicultural. Em HALL, Stuart. Sin garantías. Trayectorias y problemáticas en estudios culturales. Popayán-Lima-Quito: Envión Editores, Instituto Pensar - Universidad Andina Simón Bolívar, 2010.

HAO, Chen; VAN BOEIJEN, Annemiek; SONNEVELD, Marieke; e

STAPPERS, Pieter. Generative research techniques crossing cultures: A field study in China. International Journal of Cultural and Creative Industry, v. 4, n. 3, p. 4-21. 2017.

HEIMGÄRTNER, Rüdiger. Reflections on a model of culturaly influenced human-computer interaction to cover cultural contexts in HCI Design. International Journal of Human-Computer Interaction, v. 29, n. 4, p. 205-219 2013.

______. Using converging strategies to reduce divergence in intercultural user interface design. Journal of Computer and Communications, v. 5, n. 4, 2017.

HOFSTEDE, Geert; HOFSTEDE, Gert Jan; MINKOV, Michael. Cultures and organizations: Software of mind. New York: McGraw-Hill (2ª Edição), 1991.

IGBARIA, Magid e ZVIRAN, Moshe. Comparison of end-user computing characteristics in the US, Israel and Taiwan. Information & management, v. 30, p. 1-13, 1996.

JAGNE, Jainaba e SMITH-ATAKAN Serengul. Cross-cultural interface design strategy. Universal Access in the Information Society, v. 5, p. 299-305, 2006.

LEE, Jung-Joo e LEE, Kun-Pyo. Facilitating dynamics of focus group interviews in East Asia: evidence and tools by cross-cultural study. International Journal of Design, v. 3, p. 17-28, 2009.

MAGAREY, Jim. Elements of a systematic review. International Journal of Nursing Practice. v.7, n. 6, p. 376-382, 2001.

MARCUS, Aaron. User-Interface Design and China: A Great Leap Forward. Interactions, v.10, p. 21-25, 2003.

MARTÍN-BARBERO, Jesus. Diversidad cultural y convergencia digital. Revista Científica de Información Y Comunicación, Sevilla, v. 5, p. 12–25, 2008.

ONO, Maristela. Design e Cultura: sintonia essencial. Curitiba: Maristela Mitsuko Ono, 2006.

______. Design, Cultura e Identidade, no contexto da globalização. Revista Design em Foco, Salvador, Universidade do Estado da Bahia, v. 1, n. 1, p. 53-66, jul-dez, 2004.

PARK, Ji. Cross-cultural language learning and web design complexity. Interactive Learning Environments, v. 23, n. 1, p. 19-36, 2015.

RAU, Pei-Luen.; PLOCHER, Tom; e CHOONG, Yee-Yin. Cross-Cultural Design for IT Products and Services. Boca Raton: CRC Press, 2012.

RECABERREN, Matías e NUSSBAUM, Miguel. Exploring the feasibility of web form adaptation to users' cultural dimensions scores. User Modeling and User-Adapted Interaction, v. 20, n. 1, p. 87–108, 2010.

ROTHER, Edna Terezinha. Revisão Sistemática X Revisão Narrativa. Acta Paulista de Enfermagem, São Paulo, v. 20, n. 2, abr-jun, p. v-vi, 2007.

SHEN, Siu-Tsen; PRIOR, Stephen; e CHEN, Kuen-Meuau. Comparing the perspicacity, appropriateness and preference of web browser icons with chinese users. Digital Creativity, v. 20, n. 1-2, p. 59-78, 2009.

SHIN, Dong-Hee. Cross-analysis of usability and aesthetic in smart devices: what influences users' preferences? Cross Cultural Management, v. 19, n. 4, p. 563-587, 2012.

SIGH, Nitish; FASSOTT, Georg; CHAO, Mike; e HOFFMANN, Jonas. Understanding international web site usage: a cross-national study of German, Brazilian and Taiwanese oline consumers. International Marketing Review, v. 23 n. 1, p. 83-97, 2004.

SONDEREGGER, Andreas e SAUER, Juergen. The influence of socio-cultural background and product value in usability testing. Applied Ergonomics, v. 44, n. 3, p. 341-349, 2013.

SUN, Huatong. The triumph of users: achieving cultural usability goals with user localization. Technical Comunication Quarterly, v. 15, n. 4, p. 457-481, 2006.

TRANFIELD, David; DENYER, David; e SMART, Palminder. Towards a Methodology for Developing Evidence-Informed Management Knowledge by Means of Systematic Review. British Journal of Management. V. 14, n. 3, p. 207-222, 2003.

VALBUENA, Widman. ¿Cómo estudiar la interculturalidad desde el diseño? No hay interculturalidad sin creatividad. Arquetipo. v. 13, p. 9-35, 2016.

______. Experiencia de usuario en el diseño intercultural: localización de UX en investigaciones y prácticas de diseño interculturales. ICONOFACTO, v. 13, Issue 20, p. 104-127, 2017.

VAN BOEIJEN, Annemiek. Crossing cultural chasms: Towards a culture-conscious approach to design. Delft, 2015. Tese (Doutorado) - Delft University of Technology.

VATRAPU, Ravikiran e PÉREZ-QUIÑONES, Manuel. Culture and international usability testing: the effects of culture in structured interviews. Jornal of Usability Studies, v. 1, n. 4, p. 156-170, 2006.

WALLACE, Steve; REID, Adrian; CLINCIU, Daniel; e KANG, Jin-Su. Culture and the importance of usability atributes. Information Techonology & People, v. 26, n. 1, p. 77-93, 2013.

ZAHARIAS, Panagiotis. Cross-cultural differences in perceptions of e-learnig usability: an empirical investigation. International Journal of Technology and Human Interaction, v. 4, Issue 3, p. 1+, 2008.

TONETTO, Leandro Miletto; COSTA, Felipe Campelo Xavier da. Design Emocional: conceitos, abordagens e perspectivas de pesquisa. Strategic Design Research Journal, Porto Alegre, v. 4, n. 3, p. 132-140, 2011.

Downloads

Publicado

2022-07-27

Edição

Seção

Artigos