The user experience in vernacular design and erudite design

Autores

  • Augusto Meurer UNIVILLE
  • Isadora Burmeister Dickie UNIVILLE

Palavras-chave:

design vernacular, design erudito, experiência do usuário

Resumo

This paper presents the results of a conclusion work on the specializationcourse in UX Design from Univille. It aims to investigate how the userexperience occurs when using vernacular products and erudite products. Themethodology is a case study, with a qualitative-quantitative and descriptiveapproach. This study analyzes and compares two different products, onefrom vernacular design and the other from erudite design, using the userexperience evaluation method called 'AttrakDiff' (HASSENZAHL et al., 2008).

Biografia do Autor

Augusto Meurer, UNIVILLE

Possui graduação em Design (2018) e pós-graduação lato sensu em andamento em UX Design (2021), ambas pela Universidade da Região de Joinville. Sócio proprietário do estúdio de design de mobiliário Ambos. 

Referências

ARAUJO, Carolina. Métodos para a avaliação de experiência do usuário no design de produtos. Florianópolis. 2018.

ARAUJO, Fernanda. Avaliação da experiência do usuário: uma proposta de sistematização para o processo de desenvolvimento de produtos. Florianópolis. 2014.

ATTRAKDIFF. Your benefits. Disponível em: <http://attrakdiff.de/index-en.html#nutzen>. Acesso em: 02 out. 2020.

BECCARI, Marcos et al. A philosophical approach about user experience methodology. Curitiba. 2011.

CARDOSO, Fernanda. Design gráfico vernacular: A arte dos letristas. Rio de Janeiro. 2003.

CARDOSO, Rafael. Uma introdução à história do design. São Paulo: Edgard Blücher. 2000.

DANTAS, Vanessa. Métodos de avaliação da experiência do usuário (UX) com eletrodomésticos: um estudo exploratório. Curitiba. 2014.

G1. Vassoura caipira continua fazendo sucesso. Disponível em: <http://g1.globo.com/sao-paulo/sorocaba-jundiai/nosso-campo/noticia/2016/08/vassoura-caipira-continua-fazendo-sucesso.html>. Acesso em: 02 out. 2020.

HASSENZAHL, Marc et al. Der User Experience (UX) auf der Spur: Zum Einsatz von www.attrakdiff.de. Landau. 2008.

ISO 9241-210. Ergonomics of human–system interaction Part 210: Human-centred design for interactive systems. Genebra: ISO. 2010.

LOBACH, Bernd. Design industrial: bases para a configuração dos produtos industriais. São Paulo: Blücher. 2001.

NEVES, André. Design Thinking Canvas. Recife. 2014.

PADOVANI, Stephania et al. Usabilidade & user experience, usabilidade versus user experience, usabilidade em user experience? Uma discussão teórico-metodológica sobre comunalidades e diferenças. Natal. 2012.

ROSEMBAUM, Marcelo. Várzea queimada. Disponível em: <http://rosenbaum.com.br/projetos/agtvarzeaqueimada/>. Acesso em: 25 ago. 2020.

ROZENFELD, Henrique. et al. Gestão de desenvolvimento de produtos: uma referência para a melhoria do processo. São Paulo: Saraiva, 2006.

STARK, John. Product lifecycle management Volume 1: 21st century paradigm for product realisation. 3. ed. Genebra: Springer. 2015.

UXPA. About UX. Disponível em: <https://uxpa.org/about-ux/> Acesso em: 2 out. 2020.

VALESE, Adriana. Design vernacular urbano: a produção de artefatos populares em São Paulo como estratégia de comunicação e inserção social. São Paulo. 2007.

Downloads

Publicado

2022-07-27

Edição

Seção

Artigos