The (im)materiality of the (sustainable) fashion product

Autores

  • Maicon Douglas Livramento Nishimura Universidade Federal de Santa Catarina/Doutorando https://orcid.org/0000-0002-9750-0778
  • Leila Amaral Gontijo Universidade Federal de Santa Catarina/Professora titular
  • Ricardo Triska Universidade Federal de Santa Catarina/Professor associado IV

Palavras-chave:

Design de moda. Valor para o usuário. Sustentabilidade.

Resumo

The ephemeral consumption, a result of the human existentialemptiness, awakens society to the unsustainability of contemporarylifestyle in the long term, in which the fashion product is theexacerbated representation of this period. Considering the mediatorrole of the designer in this scenario, we aim to analyze the (im)materialperformance of the sustainable fashion product from the fashiondesigner's perspective. To this end, we conduct exploratorydescriptiveresearch, of a qualitative-quantitative approach structuredin three phases: (1) narrative literature review, (2) data survey, and (3)comparative analysis. Thus, through interviews with 10 (ten) fashiondesigners from different companies, and supported by typologies ofuser value, it was possible to observe that the attributes, efficiency,esteem, ethics, aesthetics, and spirituality were the most pointed out,with emphasis on product efficiency. These results allow us to concludethat the fashion industry still has a long way to go in order to establish aproduct that is truly aligned with a "more sustainable fashion".

Biografia do Autor

Maicon Douglas Livramento Nishimura, Universidade Federal de Santa Catarina/Doutorando

Bacharel em Administração de Empresas e Moda - Habilitação em Design de Moda, pela Universidade do Estado de Santa Catarina (2012 e 2018). Mestre em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (2018). Doutorando em Design pela Universidade Federal de Santa Catarina.

Leila Amaral Gontijo, Universidade Federal de Santa Catarina/Professora titular

Bacharel em Desenho Industrial pela Fundação Mineira de Arte Aleijadinho (1977). Mestre em Ergonomia pelo Conservatoire National des Arts et Metiers (1983). Doutora em Ergonomia pela Université de Paris XIII (1987), na França, e Pós-doutorado na Universidade de Lund, na Suécia (1998-1999). Professora titular da Universidade Federal de Santa Catarina, lotada no Departamento de Engenharia de Produção.

Ricardo Triska, Universidade Federal de Santa Catarina/Professor associado IV

Bacharel em Ciência da Computação pela Universidade Federal de Santa Catarina (1984). Mestre em Ciência da Informação pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1993). Doutor em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (2001). Professor associado IV da Universidade Federal de Santa Catarina, lotado no Departamento de Expressão Gráfica, compõe o quadro de Docentes Permanentes do Programa de Pós-graduação em Design, níveis mestrado e doutorado, e do curso de Bacharelado em Design.

Referências

AVELAR, Suzana. Moda: globalização e novas tecnologias. 2. ed. São Paulo: Estação das Letras e Cores, 2011.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2009.

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001.

CIDREIRA, Renata Pitombo. Os sentidos da moda: vestuário, comunicação e cultura. São Paulo: Annablume, 2005.

COBRA, Marcos. Marketing & moda. São Paulo: Senac, 2007.

ELLEN MACARTHUR FOUNDATION. A new textiles economy: redesigning fashion’s future. Disponível em: https://www.ellenmacarthurfoundation.org/assets/downloads/publications/A-New-Textiles-Economy_Full-Report_Updated_1-12-17.pdf. Acesso em: 02 nov. 2020.

FLETCHER, Kate; GROSE Lynda. Moda e sustentabilidade: design para mudança. São Paulo: Senac, 2011.

FLETCHER, Kate. Slow fashion: an invitation for systems change. Fashion Practice, v.2, n.2, p.259-266, 2010. Disponível em: https://www.tandfonline.com/doi/pdf/10.2752/175693810X12774625387594?needAccess=true. Acesso em: 02 nov. 2020.

FOGG, Marnie. De 500 A.C. a 1599. In. FOGG, Marnie. Tudo sobre moda. Rio de Janeiro: Sextante, 2013. p. 17-71.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

GONÇALVES, Marco Antonio. Indivíduo hipermoderno e consumo. In: SEMINÁRIO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FILOSOFIA DA UFSCAR, 7., 2011, São Carlos. Anais [...]. São Carlos, 2011. Disponível em: http://www.ufscar.br/~semppgfil/wp-content/uploads/2012/05/marcogoncalves.pdf. Acesso em: 02 nov. 2020.

GWILT, Alison. Moda sustentável: um guia prático. São Paulo: Gustavo Gili, 2014.

HETHORN, Janet; ULASEWICZ, Connie. Sustainable fashion: why now? A conversation about issues, practices, and possibilities. New York: Fairchild Books, 2008.

HOLBROOK, Morris B. Introduction to consumer value. In: HOLBROOK, Morris B. Consumer value: a framework for analysis and research. London and New York: Routledge, 1999. p. 1-28.

KOTLER, Philip; KELLER, Kevin Lane. Administração de marketing. 14. ed. São Paulo: Pearson Education, 2012.

LEPECKI, André. Coreopolítica e coreopolícia. Ilha Revista de Antropologia. v.13, n.1, p.41-60, 2011. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/ilha/article/view/2175-8034.2011v13n1-2p41. Acesso em: 02 nov. 2020.

LIPOVETSKY, Gilles. O império do efêmero: a moda e seus destinos nas sociedades modernas. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

LIPOVETSKY, Gilles. Os tempos hipermodernos. São Paulo: Barcarolla, 2004.

MATHARU, Gurmit. O que é design de moda? Porto Alegre: Bookman, 2011.

REFERÊNCIA OMITIDA PARA AVALIAÇÃO ÀS CEGAS.

POA: Sustainable Fashion. Mapeando marcas, lojas e iniciativas. 2017. Disponível em: story.mapme.com/c741a717-b862-448b-80bf-3fb8d10c5cdb/start. Acesso em: 25 jul. 2017.

QUEIROZ, Leila Lemgruber. Utopia da sustentabilidade e transgressões no design. Rio de Janeiro: 7Letras, 2014.

QUEIROZ, Leila Lemgruber. Desmaterialización e inmaterialidad em el contexto contemporâneo del diseño. Cuaderno del Centro de Estudios em Diseño u Comunicación. v.19, n.70, p. 29-35, 2018. Disponível em: https://dspace.palermo.edu/ojs/index.php/cdc/article/view/1124/921. Acesso em: 02 nov. 2020.

SALCEDO, Elena. Moda ética para um futuro sustentável. São Paulo: Gustavo Gili, 2014.

SANT`ANNA, Mara Rúbia. Teoria de moda: sociedade, imagem e consumo. São Paulo: Estação das Letras, 2007.

Downloads

Publicado

2022-07-27

Edição

Seção

Artigos