Referência e Contrarreferência: Compreensões e Práticas

Laurielle Souza Andrade, Ieda Francischetti

Resumo


RESUMO

 

 

A Referência e a Contrarreferência em Saúde são mecanismo do Sistema Único de Saúde (SUS), que favorecem a troca de informações na rede de atenção, o trânsito do usuário no sistema, e a continuidade do cuidado, portanto é considerada uma potente ferramenta que promove a prática integral na saúde. Infelizmente, devido à fragmentação do sistema de atenção, ainda se esbarra em algumas dificuldades para sua efetivação.  Em tal contexto, as Instituições de Ensino Superior (IES) também possuem papel no processo de reversão da realidade fragmentada da prática em saúde, para a operacionalização de uma prática integral e mais humanizada. Na busca do entendimento deste contexto para melhores resultados, este estudo analisou as compreensões e práticas expressas por sextanistas do curso de medicina sobre Referência e Contrarreferência em Saúde. Foi desenvolvida uma pesquisa qualitativa, por meio da aplicação de entrevistas semiestruturadas aos estudantes. A amostra foi determinada pelo critério de saturação de dados. A análise de conteúdo em sua modalidade temática possibilitou a interpretação dos dados. Após a análise dos dados, depreenderam-se quatro categorias e sete núcleos de sentido. Este estudo permitiu, além da identificação dos conteúdos teóricos aprendidos pelos estudantes, o reconhecimento da importância da prática da Referência e Contrarreferência em Saúde no processo de formação dos estudantes no curso de medicina em interface com o trabalho no cotidiano dos serviços de saúde.

 


Palavras-chave


Sistema Único de Saúde; Acesso aos serviços de saúde; Referência e Consulta; Prática Profissional.

Texto completo:

PDF


Saúde & Transformação Social/Health & Social Change, ISSN 2178-7085, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.