Conhecimento e Atitudes de Mulheres sobre AIDS: uma difícil negociação (Knowledge and Attitudes of Women regarding AIDS)

Autores

  • Alessandra Scherer Universidade do Sul de Santa Catarina
  • Elza Berger Salema Coelho Universidade Federal de Santa Catarina
  • Carlos Frederico Tourinho dos Santos

Palavras-chave:

Mulheres, Sexualidade, Conhecimento, Atitudes, Síndrome de Imunodeficiência Adquirida

Resumo

Este estudo investigou o conhecimento e atitudes em relação à AIDS de mulheres acima de 50 anos. Participaram do estudo mulheres do Núcleo de Estudos da Terceira Idade – NETI, da Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC. Para alcançar os objetivos propostos, optou-se por realizar uma pesquisa descritivo-exploratória com abordagem qualitativa. Foi utilizada a entrevista semi-estruturada, enquanto técnica de coleta de dados. Identificou-se que o conhecimento em relação à AIDS e as atitudes de risco frente à doença, decorrem da permanência da concepção de grupos de risco, da dinâmica de poder inerente às relações de gênero em nossa sociedade, bem como da falta de efetivação e de sustentabilidade das políticas públicas de prevenção à AIDS que atinjam com eficácia este segmento da população, assim como de estratégias que operacionalizem de forma efetiva tais políticas. ABSTRACT - This study investigated the knowledge and attitudes in relation to AIDS in women over 50 years of age. The study included women from the Center for the Study of the Elderly - NETI, of the Federal University of Santa Catarina - UFSC. To achieve the proposed objectives, a descriptive-exploratory qualitative approach was chosen. A semi-structured interview was used as the data collection technique. It was identified that knowledge about AIDS and risk attitudes toward the disease, arise from the permanence of the concept of risk groups, from the dynamics of power inherent in gender relationships in our society, and from the lack of effectiveness and sustainability of public policies on AIDS prevention which effectively reach this segment of the population, as well as a lack of strategies to effectively make such policies operational.Keywords: Women; Sexuality; Knowledge; Attitude; Acquired Immunodeficiency Syndrome

Downloads

Publicado

2022-05-10

Edição

Seção

Artigos originais