Perfil de dissertações e teses de uma Pós-Graduação em Saúde Coletiva: estudo descritivo entre 2010 e 2016.

Tatiana da Silva de Oliveira Mariano

Resumo


A Pós-Graduação em Saúde Coletiva tem papel fundamental na formação de pessoas altamente qualificadas para gestão em saúde. Este estudo teve por objetivo descrever o perfil das dissertações e teses defendidas em um Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva entre 2010 e 2016. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica em bases de consulta de domínio público via internet. Este estudo descreveu 132 dissertações e 40 teses. A maioria das defesas ocorreu dentro do prazo estipulado, as principais palavras-chave corresponderam aos assuntos mais discutidos em Saúde Coletiva, e a Ciências Sociais permaneceu como a principal área temática abordada no período estudado, assim como as linhas de pesquisa Avaliação em Saúde, Epidemiologia das doenças não-transmissíveis e Saúde Mental, respectivamente. Quase a metade das dissertações e teses adotaram a abordagem quantitativa em suas análises. As pesquisadoras foram autoras da maioria das dissertações e teses, assim como as orientadoras. Entre os concluintes, mais de um quarto eram graduados em Enfermagem. Estas informações podem ser utilizadas para um diagnóstico inicial das produções acadêmicas do programa contribuindo para a elaboração de parâmetros e medidas de acompanhamento do modelo atual de pesquisa.


Palavras-chave


Programas de Pós-Graduação em Saúde; Saúde Pública; Comunicação Acadêmica

Texto completo:

PDF


Saúde & Transformação Social/Health & Social Change, ISSN 2178-7085, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.