Ações de cuidado em saúde ofertado as gestantes e pais durante o pré-natal

Nyessa Souza Arantes Nogueira, Emerson Fernando Rasera

Resumo


O pré-natal representa um ponto significativo no processo da maternidade e paternidade, sendo mais que um acompanhamento rotineiro para avaliação biofísica da mulher e do bebê, uma oportunidade de abordar aspectos psicossociais, além de atividades educativas e preventivas. Ao reconhecer a complexidade deste fenômeno, o presente estudo teve como objetivo identificar as ações de cuidado em saúde ofertado as gestantes e pais durante o pré-natal. Foram realizadas entrevistas semi-estruturadas, individualmente, com oito casais, residentes em uma cidade de Minas Gerais. A análise temática se deu a partir das categorias: “A desinformação e a ‘falta de expectativa’ para o dia do parto”; “Expectativas do tipo de parto: O privilégio da cesariana” e “Lei do acompanhante: o que é isso?”. Observou-se que na trajetória de mães e pais na assistência pré-natal, foi evidente a falta de preparo e de informações qualificadas para uma vivência plena do parto. Assim, é necessária uma reflexão por parte dos profissionais acerca de sua postura e prática, de forma a colaborar para a promoção de saúde entre as gestantes e familiares, assim como uma vivência positiva de todo esse processo.

 

Palavras-chave: Cuidado Pré-natal; Humanização da assistência; Maternidade; Paternidade.

Palavras-chave


Saúde; Construcionismo

Texto completo:

PDF


Saúde & Transformação Social/Health & Social Change, ISSN 2178-7085, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.