Intervenções diante da morte e o direito de morrer [Interventions toward death and the right of dying]

Luciana Kind

Resumo


O artigo propõe uma reflexão sobre o documentário Solitário Anônimo, desenhada em dois eixos de discussão. O primeiro se apoia em uma revisão teórica sobre alguns dos campos de cuidados em torno da morte, nos quais o tema do “direito de morrer” comporta uma configuração específica, atrelada à bioética e aos processos decisórios diante de processos de morte e morrer. O segundo busca um diálogo com a perspectiva foucaultiana a respeito das meditações sobre a morte e da noção de parresía, construindo-se um olhar mais abrangente para se pensar o direito de morrer e como este tema atravessa a produção do documentário. A intenção de se produzir uma militância anônima pelo direito de morrer é colocada em questão.

 

ABSTRACT - The paper proposes a reflection on the documentary Solitary Anonymous, drawn on two axes of discussion. The first is based on a theoretical review of some of the care fields surrounding the death, in which the theme of the "right to die" has a specific configuration, linked to bioethics and decision making processes in the face of death and dying. The second axis is a dialogue with Foucauldian perspective about the meditations on death and the notion of parresia, by constructing a wider approach to discuss the right to die and how this theme set through the production of the documentary. The intention to produce an anonymous activism for the right to die is put into question.

Keywords: Death; Right to Die; Personal Autonomy.

 


Palavras-chave


Morte; Direito de Morrer; Autonomia Pessoal.

Texto completo:

PDF/A


Saúde & Transformação Social/Health & Social Change, ISSN 2178-7085, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.