Design, branding e cidades: o setor da moda em Curitiba

Virgínia Borges Kistmann, Marcelo Catto Gallina, Nádia Perine Catarino Chisté

Resumo


Este artigo apresenta um estudo exploratório quanto à relação entre o design no setor de moda em Curitiba e o conceito de place branding. Ele considera que as cidades se tornam mais propícias a melhorias na qualidade de vida dos seus cidadãos a partir da formação de ativos que
integrem a sua inteligência. Busca destacar e discutir os aspectos relativos ao branding da cidade que reforçam nas ações desenvolvidas por empresas locais que se destacam pelo design com base na
literatura. Como resultado, ressalta o potencial da cidade em relação ao seu branding, ainda pouco explorado pelas empresas e pela cidade.


Palavras-chave


Place-Branding; Curitiba; Design de Moda.

Texto completo:

PDF/A

Referências


AAKER, D. A. Building Strong Brands. New York: Free Press, 1996.

Disponível em: https://www.academia.edu/34383247/David_A._Aaker_

Building_Strong_Brands. Acesso em 14/07/2019.

ACCIOLY, A. et al. Marcas de valor no mercado brasileiro. Rio de

Janeiro: Ed SENAC Rio, 2003.

Laboratório de Orientação da Gênese Organizacional - UFSC

e-Revista LOGO - n.9, v.3, 2019 - ISSN 2238-2542

http://doi.org/10.26771/e-Revista.LOGO/2019.3.04

AGÊNCIA CURITIBA DE DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO. Disponível

em: http://www.agencia.curitiba.pr.gov.br/home. Acesso em:

/07/2019.

ALDEIA. O setor da moda em Curitiba. Disponível em: https://www.

google.com/search?client=safari&rls=en&q=setor+da+moda+em+Curitiba&

ie=UTF-8&oe=UTF-8. Acesso em: 25/11/2019.

ANHOLT, S. Place branding public dipl. Disponível em: https://doi.

org/10.1057/palgrave.pb.6000040. Acesso em: 25/11/2019.

ABIT - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DA INDÚSTRIA TÊXTIL E DE CONFECÇÃO.

Perfil do setor. Disponível em: https://www.abit.org.br/cont/perfil-

do-setor#sthash.Dqb2QtO9.dpuf. Acesso em: 29/11/2019.

BAKER, B. Destination branding for small cities: the essentials for

successful place branding. Portland: Creative Lealp Books, 2007.

CASTILLO-VILLAR, F. R. City branding and the theory of social representation.

Disponível em: https://www.google.com/search?client=-

safari&rls=en&q=City+branding+and+the+theory+of+social+representation.&

ie=UTF-8&oe=UTF-8. Acesso em 14/07/2019.

CHISTÉ, N. P. C.; FONSECA, M. do V. da. Entrevistas com empresas

do setor da moda. UFPR: 2019. Não publicado.

CHISTÉ, N. P. C.; KISTMANN, V. B. Empresas curitibanas de moda feminina

e o branding da cidade. In: Colóquio de Moda, 15º , 2019, Porto

Alegre. Anais..., Porto Alegre: Universidade do Vale do Rio dos Sinos, 2019.

COSTA, F. C. da; KLOPSH, C.; MOZOTA, B. B. de. Gestão de Design:

usando o design para construir valor de marca e inovação corporativa.

Porto Alegre: Bookman, 2011.

CURITIBA. Curitiba 2035. Disponível em: http://www.curitiba2035.

org.br/. Acesso em: 14/07/2019.

EVERYTHING EXPLAINED TODAY. Fashion capital. Disponível em: http://

everything.explained.today//Fashio_capital/. Acesso em: 25/11/2019.

EXAME. As 20 cidades mais fashion do mundo. Disponível em:

https://exame.abril.com.br › mundo › as-20-cidades-mais-fashion-do-

-mundo. Acesso em: 25/11/2019.

FASCIONI, L. Indicadores para avaliação da imagem corporativa

das empresas de base tecnológica instaladas na grande Florianópolis

baseados nas análises das percepções gráfica e verbal utilizando

lógica difusa. 2003. Tese (Doutorado em Engenharia da Produção). Universidade

Federal de Santa Catarina, Programa de Pós-Graduação em

Engenharia da Produção, Florianópolis FIEP. Disponível em: http://www.

fiepr.org.br. Acesso em: 14/07/2019.

FREITAS, M. E. de. Cultura organizacional: formação, tipologias e

Laboratório de Orientação da Gênese Organizacional - UFSC

e-Revista LOGO - n.9, v.3, 2019 - ISSN 2238-2542

http://doi.org/10.26771/e-Revista.LOGO/2019.3.04

impactos. São Paulo: Makron, McGraw-Hill, 1991.

GALLINA, M. C. Ações do líder na gestão do design como auxílio na

formação do branding: um estudo de caso em uma empresa do setor

do mobiliário. 2006. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica)

Universidade Federal do Paraná, Programa de Pós-Graduação em Engenharia

Mecânica. Curitiba.

GAZETA DO POVO. Pela 2ª vez consecutiva, Curitiba é finalista em

prêmio mundial de cidades inteligentes. Disponível em: https://www.

gazetadopovo.com.br/haus/inovacao/curitiba-finalista-premio-mundial-

cidades-inteligentes-2019. Acesso em: 29/11/2019.

GIFFINGER, R. et al. Smart cities: Ranking of European medium-sized

cities. Disponível em: http://www.smart-cities.eu/download/smart_cities_

final_report.pdf. Acesso em: 14/07/2019.

HALL, S. A Identidade Cultural na Pós-Modernidade. Rio de Janeiro:

Editora Lamparina, 2014.

KISTMANN, V. B. A caracterização do design nacional em um mercado

globalizado: uma abordagem com base na decoração da porcelana

de mesa. 2001. Tese (Doutorado em Engenharia da Produção), Universidade

Federal de Santa Catarina, Programa de Pós-Graduação em

Engenharia da Produção, Florianópolis.

KOTLER, P. et al. Marketing de lugares: como conquistar crescimento

de longo prazo na América Latina e no Caribe. São Paulo: Prentice Hall, 2006.

KAPFERER, Jean-Noel. Marcas a  prova de prática: aprendendo com

os erros. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2004.

LERNER, J. Qualquer cidade pode ser criativa. In: REIS, A. C.F.; KAGEYAMA,

P. (Org). Cidades Criativas: Perspectivas, Garimpo de Soluções. Disponível

em: https://garimpodesolucoes.com.br/wp-content/uploads/2014/09/

Livro_Cidades_Criativas_Perspectivas_v1.pdf. Acesso em: 14/07/2019.

MARQUES, C. T. Potencialidades e limitações da aplicação simultânea

de aromas e de pigmentos sensíveis ao calor e à luz em artigos

de moda praia. Disponível em: http://hdl.handle.net/1822/899 .

Acesso em: 25/11/2019.

MARTINS. J. R. Branding: um manual para criar, avaliar e gerenciar

marcas. São Paulo: Negócio Editora, 2000.

REIS, A. C. F.; URANI, A. Cidades Criativas: Perspectivas Brasileiras. In:

REIS, A. C.F.; KAGEYAMA, P. (Org). Cidades Criativas: Perspectivas, Garimpo

de Soluções. Disponível em: https://garimpodesolucoes.com.br/wpcontent/

uploads/2014/09/Livro_Cidades_Criativas_Perspectivas_v1.pdf.

Acesso em: 14/07/2019

Laboratório de Orientação da Gênese Organizacional - UFSC

e-Revista LOGO - n.9, v.3, 2019 - ISSN 2238-2542

http://doi.org/10.26771/e-Revista.LOGO/2019.3.04

RODRIGUES, C. D. O nome da marca e sua importância na construção

de identidades de empresas e produtos. In: Congresso Brasileiro

de Pesquisa e Design P&D, 6., 2004, São PAULO. Anais do 6o

Congresso Brasileiro de Pesquisa e Design P&D, São Paulo, 2004.

SELLTIZ, C.; WRIGHTSMAN, L. S.; COOK, S. W. Métodos de pesquisa

nas relações sociais. São Paulo: EPU, 1987.

SITRAVEST. Sindicato dos Trabalhadores na Indústria do Vestuário

de Curitiba. (E-mail) 2019.

STRUNCK, Gilberto L.. Como criar identidades visuais para marcas

de sucesso: um guia sobre o marketing das marcas e como representar

graficamente seus valores. 2. ed. Rio de Janeiro: Rio Books, 2003.

TUDO POR E-MAIL. Encante-se com a história por trás das rendas

feitas em Bruges.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

indexadores