Inovação e design na trajetória de indústrias ultracentenárias

Ildo Francisco Golfetto, Francisco Antonio Pereira Fialho, Roger Costa Pellizzoni

Resumo


A inovação tornou-se foco no mundo dos negócios. Novos empreendimentos já a tem como parte de suas estratégias. A cultura do design, como ferramenta para inovar, enfrenta dificuldades no âmbito das empresas tradicionais, pois os modelos de gestão focados na eficiência, adquirida após longa trajetória, impedem que o processo inovador aconteça e alcance resultados. Propõe-se aqui um breve levantamento de conceitos de design, inovação, gestão de design e de ciclos organizacionais, bem como a inserção da gestão de design pode contribuir estrategicamente no reposicionamento de empresas ‘longevas’, expandindo a sua atuação no mercado a partir de ações inovadoras. 


Palavras-chave


Inovação; Gestão do design; Longevidade organizacional.

Texto completo:

PDF/A

Referências


ARRUDA, C. et al. Empresas duradouras. In: MARTINS, G. J. T. Os desafios da gestão rumo à longevidade organizacional: estudo em três organizações do setor têxtil de Santa Catarina. 2008. 245 f. Dissertação (Mestrado em Administração) – Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis: 2008.

BIGAL, S. O design e o desenho industrial. São Paulo: Annablume, 2001.

BONSIEPE, G. Design, cultura e sociedade. São Paulo: Blucher, 2011.

CARROL, S. J.; TOSI, H. L. Organizational Behavior. In: MARTINS, G. J. T. Os desafios da gestão rumo à longevidade organizacional: estudo em três organizações do setor têxtil de Santa Catarina. 2008. 245 f. Dissertação (Mestrado em Administração) – Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis: 2008.

DORNELAS, José Carlos A. Empreendedorismo: transformando ideias em negócios. 2. ed. Rio de Janeiro: Campus, 2001.

DRUCKER, P. Administrando em tempos de grandes mudanças. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 1995.

FAYET, E. A. Marco teórico para um modelo de gestão à luz do ciclo de vida das organizações. 2009. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) – Universidade Federal de Santa Catarina, Santa Catarina, 2009.

FRASER, H. Design para negócios na prática: como gerar inovação e crescimento nas empresas aplicando o business design. Rio de Janeiro: Elsevier, 2012.

GERSICK, K. et al. De geração para geração: ciclo de vida das empresas familiares. In:

FRÖHLICH, L. Ciclo de vida das empresas e as práticas organizacionais: o caso Dudalina. 2005. 142 f. Dissertação (Mestrado em Administração) Centro de Educação Superior de Biguaçu - Universidade do Vale do Itajaí. Biguaçu, 2005.

GIMENO, J. M. I. La Gestióndeldiseño em la empresa. Madrid (ESP) : McGraw-Hill, 2000.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Demografia das empresas 2005. Estudos e pesquisas; Informação Econômica, n. 6. Rio de Janeiro: 2007.

INNOSUPPORT [Internet]. Guia de Inovação. Disponível em:

Acesso em: 19 nov. 2015.

KAUFMANN, L. Passaporte para o ano 2000: como desenvolver e explorar a capacidade empreendedora para crescer com sucesso até o ano 2000. São Paulo: Makron: McGraw- Hill, 1990.

MARQUES, A. C.F. Deterioração organizacional: Como detectar e resolver problemas de deterioração e obsolescência organizacional. São Paulo: Makron Books, 1994.

MARTINS, G. J. T. Os desafios da gestão rumo à longevidade organizacional: estudo em três organizações do setor têxtil de Santa Catarina. 2008. 245 f. Dissertação (Mestrado em Administração) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis. 2008.

MARTINS, R. F. de F.; MERINO, E. A. D. A gestão de design como estratégia organizacional. Londrina: EDUEL/ABDR, 2008.

MOZOTA, B. B. de. Gestão de design: usando o design para construir valor de marca e inovação corporativa. Porto Alegre: Bookman, 2011.

PRAHALAD, C. K.; RAMASWANY, V. The future of competition: co-creating unique value with customers. Gambridge (EUA) : Harvard Business School Publishing, 2004.

SCHUMPETER, J. A. Teoria do desenvolvimento econômico: uma investigação sobre lucros, capital, crédito, juro e o ciclo econômico. São Paulo (SP): Abril Cultural, [1912], 1982.

TIDD, J.; BESSANT, J.; PAVITT. K. Gestão da inovação. 3ed. Bookman, Porto Alegre, 2008.

TRÍAS DE BES, F.; KOTLER, P. A Bíblia da inovação: princípios fundamentais para levar a cultura da inovação contínua às organizações. São Paulo: Leya, 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

indexadores