Importância da transferência de tecnologia realizada nas universidades brasileiras para a alavancagem da competitividade do país no cenário econômico mundial

Autores

  • Vinícius Bortolussi Roman Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
  • Marco Túlio de Paula Lopes Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Palavras-chave:

Inovação, Transferência de tecnologia, Competitividade, Brasil.

Resumo

A aquisição de conhecimentos tecnológicos pelas empresas tem se tornado uma prática comum em todas as partes do mundo, principalmente em países desenvolvidos e emergentes, como é o caso do Brasil. Essa prática torna-se um diferencia, uma vez que permite às empresas não somente sobreviver, como também evoluir perante um mercado cada vez mais dinâmico. Ela impulsiona ciclos cada vez menores de proteção, divulgação e comercialização de tecnologias oriundas de universidades. Neste contexto, os escritórios de transferência de tecnologia representam um elo Universidade-Empresa, isto é, auxiliando as empresas na geração de um desenvolvimento tecnológico sustentável capaz de alterar a posição insatisfatória que o Brasil ocupa em rankings de competitividade. Este artigo visa analisar criticamente a tríplice Universidade-Governo-Empresa, ressaltando o papel destes atores na alavancagem da competitividade brasileira no cenário econômico mundial. O documento utilizado como base na elaboração do presente artigo, por meio de indicadores adequados, aponta o país como a 53ª economia mais competitiva em escala global. Indica, também, que há ainda grande possibilidade de evolução em aspectos como infraestrutura, capacitação de mão de obra, além da proteção de propriedade intelectual e mecanismos mais eficientes de transferência de tecnologia.   10.13084/2175-8018.v04n08a08

Downloads

Publicado

2013-01-31

Edição

Seção

Artigos