O corpo como um objeto de construção humana [The Body How Object of Human Construction]

Grasiely Faccin Borges, Greicibely Faccin Borges

Resumo


De forma geral nossas concepções atuais do corpo, estão relacionadas ao surgimento do modo de subjetivação individualista, enquanto forma de estruturação social, à emergência de um pensamento racional positivo sobre a natureza, principalmente a partir do Século XVII; e, finalmente, ligadas à história da Medicina, que encarna nas sociedades ocidentais um saber oficial sobre o corpo. O objetivo desse trabalho consistiu em uma reflexão sobre o corpo e assinalar algumas formas que esse corpo vem sendo projetado, e como a identidade individual pode passar pela forma que o corpo figura, a forma como se projeta na sociedade, na forma enquanto se reconhece, e a partir dessa caracterização apontar algumas conseqüências disto. Para a escrita deste trabalho foram utilizadas buscas na base de dados PubMed e Scielo, além de buscas na Biblioteca setorial da Universidade de Coimbra e outras. A partir a leitura e fichamento desse material foram definidos três sub-itens para reflexão: 1. O distanciamento do sujeito, o corpo como matéria prima; 2. O corpo no modelo biomédico: a destituição do subjetivo; 3. Consideramos que o corpo parece circunscrever um espaço próprio, tanto no corte instrumentalista médico ou nas artes. Podendo ter análises combinatórias de elementos que são intercambiáveis e que agenciam à imagem do corpo. O corpo que se “fabrica” passando pela termodinâmica até a cibernética do século XX.

 

ABSTRACT - Generally our perceptions of the body are related to the emergence of the individualistic mode of subjectivity, as a form of social structure, the emergence of a positive rational thought about nature, especially from the seventeenth century, and, finally, connected the history of medicine, which embodies in western societies an official know about the body. From this context, the objective of this research is to propose a reflection on the body and point out some ways that this body has been designed, the way how individual identity can pass by the way the body figure, how is projected in society, while recognizing the form, and from that point out some consequences of this characterization. This work was produced with searchs in PubMed and Scielo, and in the Library Sector, University of Coimbra. For for writing text defined three sub-items for consideration: 1. The distancing of the subject, the body as raw material 2. The body of the biomedical model: a subjective ousting of 3. Thus the body appears to limit its own space, both in court instrumentalist doctor or the arts. Combinatorial analysis may have elements that are interchangeable and that promote the image of the body. The body that "manufactures" by going to thermodynamics to cyber century.

keywords: Human Body; Individuality; Knowledge; History of Medicine; Medicine in Art


Palavras-chave


Corpo Humano; Individualidade; Conhecimento; História da Medicina; Medicina na Arte

Texto completo:

PDF/A


Saúde & Transformação Social/Health & Social Change, ISSN 2178-7085, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.