Supervisão Clínico-Institucional: uma retrospectiva programática

Jeovane Gomes de Faria, Daniela Ribeiro Schneider

Resumo


Com objetivo de apresentar uma retrospectiva crítica aos editais de supervisão clínico-institucional, o presente artigo buscou problematizar a referida estratégia de formação em serviço com as ações de educação na saúde. Utilizando-se de uma análise teórico e conceitual, por meio dos editais publicados pelos Ministério da Saúde, foi possível traçar o percurso formativo das supervisões, com a proposta saindo de um modelo centrado nos CAPS para uma perspectiva do trabalho em redes intersetoriais. Finaliza-se ainda com o questionamento das implicações promovidas por essa transição e a brusca interrupção dos editais para a organização de novas supervisões.


Palavras-chave


Saúde Pública, Saúde Mental, Atenção Psicossocial, Educação em Saúde, Supervisão

Texto completo:

PDF


Saúde & Transformação Social/Health & Social Change, ISSN 2178-7085, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.