Percepções sobre o Pilates: do pré-natal ao pós-parto

Pauliana Carolina de Souza, Cléria Maria Lobo Bittar

Resumo


Objetivos: Conhecer a percepção de um grupo de mulheres sobre suas experiências na gestação, parto e pós-parto imediato após a prática de Pilates. Métodos: Estudo de natureza qualitativa, que utilizou a observação participante durante as sessões de Pilates com um grupo de gestantes em uma clínica no município de Franca. Participaram do estudo cinco gestantes que praticaram Pilates do segundo ao terceiro trimestre gestacional. Após o parto, as participantes foram entrevistadas e as entrevistas seguiram um roteiro semiestruturado que tinha a finalidade de conhecer seus relatos sobre a gestação, o parto e pós-parto imediato e suas impressões sobre as sessões de Pilates. Resultados: A percepção das participantes durante a gestação, parto e pós-parto em relação ao Pilates se mostrou positiva, contemplando a maioria dos benefícios do método citados na literatura. Conclusão: A percepção positiva das participantes a respeito da prática do Pilates na gestação sugere uma mudança na atenção à saúde da gestante por parte dos profissionais de saúde, com o objetivo de incentivá-las à prática do método durante o período gestacional, possibilitando-a conviver com os desconfortos que este período provoca com mais qualidade de vida durante e após a gestação.


Palavras-chave


Gestação; Pilates; Promoção da saúde.

Texto completo:

PDF


Saúde & Transformação Social/Health & Social Change, ISSN 2178-7085, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.