Conhecimento de um grupo de médicos e dentistas quanto ao uso de bifosfanato associado à osteonecrose dos maxilares

Mayra Stambovsky, Arlindo Azevedo, Dennis Carvalho Ferreira, Alexandre marques paes Silva, Lucio de Souza Gonçalves, Fabio Vidal Marques, Tatiana Helena Brunelli

Resumo


Atualmente, os bisfosfonatos (BFFs) têm sido utilizados no tratamento de doenças ósseas líticas, alterando o metabolismo do tecido ósseo, inibindo a reabsorção óssea e diminuindo o turnover; agem sob os osteoblastos inibindo sua função pela diminuição do recrutamento de osteoclastos e/ou sua atividade óssea. Apesar da sua eficácia, seu uso está associado algumas complicações, a mais importantes, a osteonecrose dos maxilares (ONMB), de difícil tratamento. O objetivo foi avaliar o conhecimento de um grupo de médicos e dentistas sobre o uso de BFFs, através de um roteiro de perguntas semi-estruturado, nos municípios de Valença, Miguel Pereira e Paty do Alferes. Sobre o conhecimento dos médicos sobre BFFs, 85,7% relataram saber sobre a droga, porém, 45,7% relataram não prescrever, a maioria (78,6%) não tinham ciência da necessidade do dentista no tratamento e não encaminhavam esses pacientes, 87% não sabiam sobre a ONMB. Em relação aos dentistas 66,7% sabiam do BFS, aproximadamente 30% tinham pacientes que faziam uso do medicamento e 61,7% sabiam sobre ONMB. Concluímos que o conhecimento dos profissionais estudados em relação a ONMB foi baixo. Quando questionados sobre as indicações da medicação, implicações orais e tratamentos, a grande maioria não soube responder. Apesar de ser um assunto recente, torna-se importante que os profissionais estejam atualizados e aptos para assistir estes pacientes.


Palavras-chave


odontologia; medicina; saúde, saúde coletiva

Texto completo:

PDF


Saúde & Transformação Social/Health & Social Change, ISSN 2178-7085, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.