A Estratégia Saúde da Família na reestruturação da atenção primária em saúde em municipios da 26ª Secretaria de Desenvolvimento Regional

Cínthya Oliveira Floriano, Maria Luiza Milani

Resumo


Este estudo teve como tema a contribuição da Estratégia Saúde da Família (ESF) na reestruturação da Atenção Primária em Saúde (APS). Na pesquisa, utilizou-se a exploração quali-quantitativa, abrangendo municípios com menos de 20.000 habitantes que fazem parte da 26ª Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR) de Canoinhas. Os municípios pesquisados foram: Bela Vista do Toldo, Três Barras, Major Vieira e Irineópolis. O objetivo geral foi analisar a implementação da ESF nesses municípios e sua contribuição na reestruturação da APS. Foram entrevistados 113 profissionais que compõem as 18 ESF dos municípios estudados. Quanto aos resultados da pesquisa de campo, constatou-se que a contribuição da ESF para a reestruturação da APS é limitada e modesta na região. As diretrizes da ESF não estão sendo cumpridas na íntegra em nenhum dos municípios estudados. Conclui-se que a ESF não está contribuindo para reestruturar a APS. É fundamental e urgente que as equipes de ESF sejam destinadas à sua real função. Para que isto ocorra, os conselhos municipais de saúde, gestores e coordenadores das ESF, precisam assegurar o cumprimento das normas e diretrizes da estratégia pelos profissionais. É necessário ainda, que os investimentos destinados às ações de APS e de ESF sejam disponibilizados para cobrir gastos com a saúde em ações voltadas à prevenção e tratamento dos usuários.

 

ABSTRACT - This study had as it theme the contribution of the Family Health Strategy in the restructuring of primary health care. The study used qualitative and quantitative exploration, covering the municipalities with fewer than 20,000 inhabitants that make up part of the 26th Regional Development Secretariat (SDR) of Canoinhas. The municipalities surveyed were: Bela Vista do Toldo, Três Barras, Major Vieira and Irineópolis. The general objective was to investigate the implementation of the FHS in these municipalities and its contribution in the restructuring of primary health care. A total of 113 professionals who composed the 18 FHSs of the municipalities studied were interviewed. Regarding the results of the field research, it was found that the contribution of the FHS in the restructuring of PHC is limited and modest in the region. The FHS guidelines are not being met in full in any of the municipalities studied. It was concluded that the FHS is not contributing to the restructuring of PHC. It is essential and urgent that the FHS teams perform their real function. For this to occur, the municipal health councils, managers and coordinators of the FHS, need to ensure compliance with the standards and guidelines of the strategy by the professionals. It is also necessary that the investments destined for the actions of primary healthcare and the FHS are available to cover health expenditures in actions aimed at prevention and treatment of the users.

Keywords: Family Health Program; Public Policies; Primary Health Care


Palavras-chave


Programa Saúde da Família; Políticas Públicas; Atenção Primária à Saúde

Texto completo:

PDF PDF ()


Saúde & Transformação Social/Health & Social Change, ISSN 2178-7085, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.