Mortalidade Materna: como o descaso com a saúde da mulher impede a igualdade de gênero

Letícia Magalhães Pereira

Resumo


O índice de mortalidade materna, além de ser um importante indicador socioeconômico, demonstra como um país avança na questão da desigualdade de gênero. No Brasil tal índice é muito acima do recomendado pela OMS e, analisando dados e casos, fica claro que a maioria das mortes poderia ser evitada não fossem o descaso dos médicos e a falta de infraestrutura hospitalar. As mulheres são vistas como seres mais frágeis e incapazes em diversas situações de preconceito. No entanto, em um momento de real fragilidade e cuidado com relação à saúde, elas nem sempre são atendidas de maneira adequada. Só quando o setor de saúde estiver adequadamente preparado para atender às gestantes poderemos pensar em questões de igualdade de gênero na sociedade.


Palavras-chave


Mortalidade materna; Indicadores de desenvolvimento; Saúde & Desigualdade; Saúde da mulher;



Saúde & Transformação Social/Health & Social Change, ISSN 2178-7085, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.