As exportações de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul: um estudo do setor agropecuário no período 2000-2010

Angélica Massuquetti, Juliano Luiz Koch, Rafaela Lauffer Ostermann Tamiosso, Fernanda Moreira do Amaral, Lisandra Lutz

Resumo


O objetivo do artigo foi descrever a evolução das exportações agrícolas de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul no período 2000/2010. A metodologia empregada foi a revisão bibliográfica e a coleta de informações em base de dados, como: Fundação de Estatística e Economia (FEE), Atlas Socioeconômico do Rio Grande do Sul (ATLAS), Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (EPAGRI/CEPA) e Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Os resultados revelaram que as exportações agrícolas de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul apresentaram um crescimento no período analisado, tanto em valor quanto em volume. Houve um domínio dos produtos de origem animal, que, em 2010, foram quatro dos cinco principais produtos agrícolas exportados por Santa Catarina. O produto “soja, mesmo triturada” aparece com destaque nas exportações gaúchas, em 2010. Observa-se, também, a importância dos estados na exportação de fumo, dado que são os maiores exportadores do país e que o Brasil se destaca também pelo volume de vendas do mesmo. Em relação aos mercados consumidores, em 2010, ocorreu a troca dos EUA pela China como principal importador de produtos gaúchos, seguida pela Argentina. Para Santa Catarina, os principais destinos das exportações agropecuárias foram EUA, Holanda e Argentina, seguidos por Japão e Alemanha.


Palavras-chave


Exportação agropecuária; Santa Catarina; Rio Grande do Sul.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Rev. NECAT, ISSN 2317-8523, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.