O nordeste catarinense: uma abordagem a partir da ideia de região de aprendizagem

Fabiano Rodolfo

Resumo


O artigo aborda a dinâmica econômica da região nordeste de Santa Catarina a partir de elementos da noção de região de aprendizagem (learning region). Trata-se de uma região que está posicionada entre as economicamente mais dinâmicas do estado, abrigando em seus limites territoriais importantes pólos industriais catarinenses, entre os quais destaca-se o metal-mecânico. A longa tradição manufatureira da região, em particular nesse segmento, criou condições para a constituição de um pólo industrial importante em termos nacionais, um tecido produtivo espesso que hoje é objeto de vultosos investimentos, em particular de empresas automobilísticas, como a General Motors (GM) e Bayerische Motoren Werke (BMW). A região conta com associações e instituições de ensino que formam um grosso tecido institucional que alimenta, na região, processos de aprendizagem, permitindo que a mesma se diferencie em relação às demais regiões do estado, sendo favorecida em termos de desempenho econômico. As instituições de ensino oferecem uma grande gama de cursos voltados à formar mão-de-obra qualificada para atuar na indústria local. As associações procuram fomentar as relações entre os agentes privados, formando fóruns e grupos de empresas para discussão de problemas comuns. No entanto, essas relações são ainda fracas, prevalecendo na região o mecanismo de mercado como sistema de governança. A falta de confiança entre os agentes, principalmente entre as micro e pequenas empresas, constitui um entrave importante para o melhor desempenho da região. Promover a cooperação e a intensificação das relações entre os agentes parece constituir, nesse sentido, uma tarefa a ser desempenhada pelo poder público na região, em particular pelas Secretarias de Desenvolvimento Regional (SDRs) que ali estão presentes.


Palavras-chave


Desenvolvimento regional; Região de aprendizagem; Nordeste catarinense.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Rev. NECAT, ISSN 2317-8523, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.