Economia verde e commoditização da vida

Rodrigo de Castro Amédée Péret

Resumo


A Economia Verde é uma grande estratégia que vem sendo construída pelo capital como saída para a crise (financeira, energética, de alimentação e climática na qual o mundo se encontra). Desde 2007, quando ocorreu a reunião do G8 +5 países emergentes, na Alemanha, se encomendou um estudo sobre "a importância econômica da perda global da diversidade biológica". Esse estudo ficou sob a responsabilidade do Programa Ambiental das Nações Unidas – PNUMA, sendo que durante esses anos foram produzidos vários relatórios que lançaram a chamada Economia dos Ecossistemas e sua Biodiversidade (com a sigla em inglês: TEEB) . Além disso, uma série de outros documentos buscou elaborar uma base conceitual, ainda não definida e polêmica, para a economia verde. Em fevereiro de 2009, o PNUMA, lançou um conjunto de propostas políticas visando combater o aquecimento global e a crise financeira com o título“A Global Green New Deal” , inspirado no programa social e econômico que foi lançado pelo Presidente dos EUA, Franklin D. Roosevelt, durante a depressão de 1929.

Palavras-chave


Economia Verde; Diversidade Biológica; Economia dos Ecossistemas; Aquecimento Global; Crise Financeira.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Rev. NECAT, ISSN 2317-8523, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.