Espaços "para viver" as marcas de moda

Patricia Ceccato, Sandra Borsoi

Resumo


O objetivo deste artigo é desempenhar uma reflexão bibliográfica sobre a sociedade de hiperconsumo atual sob o viés das marcas de moda, que, por valorizarem a efemeridade, estimulam o consumo vendendo mais do que produtos: mudança, novidade e felicidade. As marcas de moda incorporam esses valores nos espaços de contato com o consumidor, sobretudo nas lojas, e mais evidentemente nas flagship stores, que se caracterizam por transmitir num espaço todo o imaginário associado à marca. O método de pesquisa empregado é a investigação bibliográfica, que abrange as áreas de filosofia, moda, gestão de marcas e visual merchandising.


Palavras-chave


Design; Branding; Marca.

Texto completo:

PDF/A

Referências


ÂME CONSULTORIA. O que é uma Flagship Store? 08/03/2010. Disponível em: http://ameconsultoria.wordpress.com/2010/08/03/o-que-e-uma-flagship-store/ (acesso em 12/05/2012)

BAUDRILLARD, Jean. A Sociedade de Consumo. Lisboa: Edições 70, 2008.

DEMETRESCO, Sylvia. Vitrina Entre-vistas: Merchandising Visual. São Paulo – SP; Editora SENAC, 2004.

GOBÉ, Marc. A Emoção das Marcas. Rio de Janeiro: Campus, 2002.

GOBÉ, Marc. BrandJam: O design emocional na humanização das marcas. Rio de Janeiro: Rocco, 2010.

GOMEZ, Luiz S. R.; OLHATS, Magali; FLORIANO, Juliana. Fashion's Brand DNA: The process. International Conference Global Fashion: Creative and Innovative Contexts. Porto, 2010.

LANG, Habigail. Mode et Contre-Mode: Une Anthologie de Montaigne à Perec. Paris : Regard et Institut Français de la Mode, 2001.

LEHMKUHL, Dayanna Siqueira. Vitrina: Pesquisa, Análise e Percepção. Florianópolis - SC; UDESC, 2007.

LINDSTROM, Martin. BrandSense: A marca multissensorial. Porto Alegre: Bookman, 2007.

LIPOVETSKY, Gilles. A Felicidade Paradoxal: Ensaio dobre a sociedade de hiperconsumo. Lisboa: Edições 70, 2007.

LIPOVETSKY, Gilles. O Crepúsculo do Dever: A ética indolor dos novos tempos democráticos. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 2004.

LIPOVETSKY, Gilles. O Império do Efêmero: A moda e seu destino nas sociedades modernas. São Paulo: Companhia das Letras, 1989.

MAFFESOLI, Michel. A Parte do Diabo : Resumo da subversão pós-moderna. Rio de Janeiro: Editora Record, 2004.

MARTINS, José Roberto. Branding: um manual para você criar, avaliar e gerenciar marcas. São Paulo: Global Brands, 2006.

SANT’ANNA, Mara Rubia. (2007) Teoria de Moda: Sociedade, imagem e consumo. Barueri, Estação das Letras.

SILVEIRA, Balbinette. Comportamento do Consumidor. Florianópolis – SC; UDESC, 2008. Material elaborado para a disciplina de Expressão Visual da Moda.

SOLOMON, Michael R. O Comportamento do Consumidor: Comprando, possuindo e sendo. Porto Alegre: Bookman, 2011.

TYBOUT, Alice M. & CALKINS, Tim. Branding. São Paulo: Editora Atlas, 2006.

VOLLI, Ugo. Fascínio: Fetichismo e outras idolatrias. Lisboa: Fim de Século Edições, 2006.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

indexadores