Assistência psiquiátrica mundo afora: práticas de resistência e garantia de direitos

Luciane Prado Kantorski, Ana Paula Müller de Andrade

Resumo


Este trabalho visa discutir a garantia de direitos no âmbito de experiências mundiais de estratégias de enfrentamento do sofrimento psíquico, entendidas como práticas de resistência. Trata-se de um ensaio teórico sobre as experiências do Movimento de Ouvidores de Vozes, do Project Icarus e Freedom Center e do Diálogo Aberto. Conclui-se que o reconhecimento de tais experiências pode contribuir para a construção de outros discursos para o enfrentamento do sofrimento psíquico e a garantia da oferta de assistência psiquiátrica pautada nos direitos humanos.


Palavras-chave


Saúde mental; Reforma Psiquiátrica.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Cadernos Brasileiros de Saúde Mental, ISSN 2595-2420, Florianópolis - Santa Catarina, Brasil. Todos os direitos reservados, 2018.