Conversando sobre saúde no CAPS: uma experiência prática sobre o potencial terapêutico da roda de conversa

Jeferson Samtos Jerônimo, Carla Michele Rech

Resumo


O objetivo deste artigo é relatar a experiência de um profissional de Educação Física na realização de uma roda de conversa sobre saúde e atividade física junto à pessoas atendidas em um Centro de Atenção Psicossocial do sul do Brasil e seu potencial como proposta terapêutica. A roda foi oferecida e facilitada pelo profissional, residente em saúde mental coletiva que teve como seu campo de prática o referido serviço durante o ano de 2014. Entre as atividades desenvolvidas estava a coordenação compartilhada de um grupo terapêutico que ocorria semanalmente em uma perspectiva de ludicidade e de superação do núcleo de formação profissional. Em uma dessas seções houve o convite para uma atividade diferente, a roda de conversa. A partir das falas dos participantes os autores fazem uma pequena discussão com a literatura sobre protagonismo, cogestão de procedimentos terapêuticos, linha de cuidado e o papel social dos Centros de Atenção Psicossocial e dos profissionais desses serviços. A experiência demonstrou que o método da roda de conversa apresenta grande potência terapêutica em uma lógica de horizontalização das relações, capaz de redirecionar o foco do diálogo para o conceito de saúde, projetando os indivíduos para a vida.

Palavras-chave


Saúde; Centros de Atenção Psicossocial; Terapêutica; Educação Física; Atividade Física.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Cadernos Brasileiros de Saúde Mental, ISSN 2595-2420, Florianópolis - Santa Catarina, Brasil. Todos os direitos reservados, 2018.