O Caso dos Frigoríficos: Contribuições da Fenomenologia Existencialista e da Psicodinâmica do Trabalho para refletir sobre a Deficiência Física Adquirida

Andréa Luiza Luiza da Silveira, Álvaro Roberto Crespo Merlo

Resumo


Procuramos problematizar a condição do trabalhador do setor de abate e beneficiamento de carnes que adquire uma deficiência física pelo trabalho, discutindo teoricamente o conceito de corporeidade mediante as contribuições da fenomenologia existencialista e da psicodinâmica do trabalho. Objetivando analisar o problema que nos colocamos, utilizamos os dados provenientes de pesquisas e de sistemas do Estado tais como: a) o Cadastro Central de Empresas (CEMPRE) de 2010; b) o Anuário Estatístico da Previdência Social de 2010 e; c) o censo de 2000 do IBGE, bem como, da nossa inserção em atividades promovidas pelo sindicato da categoria, através da observação participante. Então, apesar da observação participante provocar a problematização sobre a ocorrência da deficiência física adquirida pelo trabalho não é possível saber, se a deficiência está relacionada ao trabalho, qual é essa deficiência, qual sua relação com o trabalho por tipo de atividade e assim por diante. Desta forma, ao recorrermos aos dados dos sistemas de Estado e as pesquisas observamos faltarem estudos epidemiológicos que caracterizem a aquisição da deficiência física adquirida pelo trabalho. Neste sentido, lançamos a hipótese de que tal questão pode estar socialmente invisível decorrendo na inviabilidade da construção de políticas públicas. Portanto, nossas análises indicam a necessidade de continuarem-se as pesquisas sobre a relação entre funcionalidade, deficiência e desvantagens físicas e trabalho.

Palavras-chave


Psicodinâmica do trabalho; Fenomenologia existencialista; Psicologia do trabalho; Deficiência física adquirida pelo trabalho.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Endereço postal

Departamento de Saúde Pública/Centro de Ciências da Saúde/UFSC

CEP: 88040-970

FLORIANÓPOLIS-SC

E-mail: cbsm.abrasme@gmail.com

Telefone: (48) 3721-9388
Fax: (48) 3721-9388

 

 

Cadernos Brasileiros de Saúde Mental/ Brazilian Journal of Mental Health ISSN 1984-2147, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil.