Reforma psiquiátrica brasileira e estética musical inclusiva/ Inclusive musical aesthetic and brazilian psychiatric reform

Raquel Siqueira Silva, Marcia Moraes, João Arriscado Nunes, Paulo Amarante, Maria Helena Barros de Oliveira

Resumo


Este artigo aborda o campo da saúde mental no que tange às produções artístico-culturais cujas intervenções, parcerias, inovações e contágios de fato acontecem no Brasil como experiência singular, e a forma como contribuíram para a especificidade da Reforma Psiquiátrica Brasileira (RPB) enquanto movimento social. Referimo-nos às práticas a partir das ideias basaglianas, suas ramificações e traduções, que atingiram e atingem vários segmentos sociais, um movimento sociocultural rico, complexo, dinâmico e vigorante. A RPB desenvolveu redes peculiares e produziu modos de funcionamento que contaram com as produções artísticas como modo de afirmação de novas formas de subjetividade, assentes na promoção da diferença como direito. Neste artigo, especificamos as conexões entre estética musical, direito à diferença e inclusão social.

ABSTRACT This article deals with artistic-cultural productions within the field of mental health in Brazil. The interventions, partnerships, innovations and contagions associated with these productions shape a singular experience, which has contributed to the specificity of the Brazilian Psychiatric Reform (BPR) as a social movement. The focus is on practices inspired by Basaglia’s ideas, their branchings and translations, as they affect a range of social groups and collectives, a rich, complex, dynamic and lively social-cultural movement . The BPR afforded the development of specific networks and produced modes of working which drew on artistic productions as a mode of asserting new forms of subjectivity based on the promotion of difference as a right. This article offers a specification of the connections between musical esthetics, the right to difference and social inclusion.

KEYWORDS: Psychiatric Reform; Anti-Asylum Struggle; Musical Aesthetics.


Palavras-chave


Reforma Psiquiátrica; Luta Antimanicomial; Estética Musical.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Cadernos Brasileiros de Saúde Mental, ISSN 2595-2420, Florianópolis - Santa Catarina, Brasil. Todos os direitos reservados, 2018.