Questões de cidadania no campo da saúde mental: Reforma Psiquiátrica e II Fórum Internacional

Wanda Espírito Santo

Resumo


O II Fórum Internacional de Saúde Coletiva, Saúde Mental e Direitos Humanos, realizado no período de 22 a 25 de maio de 2008, na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), promoveu o encontro de mais de três mil pessoas de diferentes países, reunidas em torno de uma enorme variedade de debates políticos, oficinas, atividades artísticas e culturais tanto no espaço da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) quanto em outros espaços da cidade, tais como: a festa no Centro do Teatro do Oprimido, o "Loucos pela Diversidade", um grande show musical na Lapa – o bairro boêmio do Rio de Janeiro, e a intervenção cultural inédita, o Teatro Procissão, uma espécie de passeata temática que mobilizou a Praia de Copacabana. O II Fórum Internacional consistiu em um desdobramento do encontro que aconteceu durante o V Congresso Internacional de Saúde Mental e Direitos Humanos, promovido pela Universiudad Popular Madres de Plaza de Mayo, em novembro de 2006, em Buenos Aires, percebido como um espaço destinado à socialização, ao debate e à produção das práticas de grupos engajados na luta contra os mais variados modos de opressão e injustiça.

Palavras-chave


Saúde; Saúde Mental; reforma psiquiátrica

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Cadernos Brasileiros de Saúde Mental, ISSN 2595-2420, Florianópolis - Santa Catarina, Brasil. Todos os direitos reservados, 2018.