Contribuições Do Estudo De Avaliação Dos Centros De Atenção Psicossocial Da Região Sul Do Brasil

Luciane Prado Kantorski, Vanda Maria da Rosa Jardim, Christine Wetzel, Agnes Olschowsky, Jacó Fernando Schneider, Flávio Resmini, Rita Maria Heck, Valquíria de Lourdes Machado Bielemann, Eda Schwartz, Valéria Cristina Christello Coimbra, Celmira Lange, Afra Suelene de Sousa

Resumo


O presente artigo tem o objetivo de apresentar parte dos resultados da pesquisa de avaliação quanti e qualitativa dos Centros de Atenção Psicossocial da região sul do Brasil. A avaliação quantitativa, baseada na abordagem epidemiológica focou a avaliação estrutura, processo de trabalho, organização e resultados da atenção em Saúde Mental nos CAPS, englobando uma amostra de 30 serviços, 30 coordenadores, 435 trabalhadores, 1162 usuários, 936 familiares. A avaliação qualitativa seguiu a abordagem hermenêtico-dialética, baseada na avaliação de quarta geração. Em uma escolha intencional, foram selecionados cinco CAPS de cinco municípios da região sul do país. Foi realizado observação de campo (entre 282 e 650 horas em cada campo) e entrevistas que compuseram o círculo hermenêutico- dialético. Foram entrevistados entre 10 e 13 usuários em cada campo (totalizando 57 usuários), entre 10 e 14 familiares em cada campo (totalizando 60 familiares), e entre 10 e 26 trabalhadores em cada campo (totalizando 88 trabalhadores). Neste artigo priorizou-se apresentar os dados resultantes da avaliação qualitativa que se mostrou adequada para aprender aspectos subjetivos e dar voz aos sujeitos implicados no processo.

Palavras-chave


Saúde; Saúde Mental; Atenção psicossocial; CAPS; pesquisa qualitativa;

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Cadernos Brasileiros de Saúde Mental, ISSN 2595-2420, Florianópolis - Santa Catarina, Brasil. Todos os direitos reservados, 2018.