Análise semiótica na comunicação organizacional e processo de construção do conhecimento: aplicação na gestão de marcas

Elaine Cristina Lopes, Maria Carolina Wursthorn Mendes

Resumo


Objetivo: O objetivo deste artigo é apresentar o processo de gestão de marcas de acordo com os princípios da Semiótica, destacando-se o modelo de Peirce (2005) para análise dos signos. Com base no uso da semiótica para gestão de marcas, argumenta-se que os consumidores sejam capazes de receber uma marca que permita a apropriação de informações que os levem a construir conhecimento e, com isto, tomar decisão de compra.

Design/Metodologia/Abordagem: A pesquisa utilizou como abordagem metodológica o emprego da proposição teórica com levantamento bibliográfico e discussão teórica.

Resultados: Nos estudos teóricos, foi possível identificar a possibilidade de a teoria Semiótica ser aplicada para reduzir as diferenças entre a identidade de marca comunicada pela organização e a imagem da marca percebida por clientes ou consumidores.

Limitações da pesquisa: Trata-se de uma pesquisa teórica e, portanto, não descreve diretamente um objeto empírico e um processo experimental.

Originalidade/valor: Este artigo é justificado pela relevância da discussão sobre os processos de construção do conhecimento da marca baseado na comunicação empresarial, considerando-se as possibilidades da interpretação semiótica no processo de gestão das marcas.


Palavras-chave


Semiótica Aplicada; Comunicação Organizacional; Construção de conhecimento; Fluxos de Informação; Gestão de Marcas.

Texto completo:

PDF/A

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Scholar Scholar Sumários  Livre