BENEFÍCIOS DA APLICAÇÃO DO TDABC EM LINHA DE PRODUÇÃO DE PEQUENA INDÚSTRIA DE ALIMENTOS

Eder Luis Heberle, Ariberto Dalchiavon, Rodney Wernke

Resumo


O artigo teve o objetivo de identificar as informações gerenciais oriundas da aplicação do TDABC numa linha de produção de um pequeno frigorífico. Para tanto foi aplicada metodologia classificável como pesquisa descritiva, com abordagem qualitativa e no formato de estudo de caso. Concluiu-se que o TDABC consegue ofertar informações gerenciais relacionadas aos custos de produção de cada produto fabricado, bem como possibilita a identificação do valor monetário da ociosidade fabril com base na capacidade instalada e utilizada de cada setor produtivo. Outro resultado importante foi a constatação da aplicabilidade do TDABC em empresas de pequeno porte com características industriais assemelhadas àquelas da linha de produção do frigorífico em estudo. Além disso, comprovou-se a facilidade de implementação, manutenção e atualização dessa forma de custeamento, especialmente porque o referido método pode ser aplicado por meio de planilhas Excel, sem a necessidade de adquirir softwares específicos que demandariam recursos que poucas pequenas empresas poderiam dispor.

Palavras-chave


TDABC. Frigorífico. Estudo de caso.

Texto completo:

PDF

Referências


BARRET, R. Time-Driven Costing: the bottom line on the new ABC. Business Performance Management, Mar./2005.

BASUKI, B.; RIEDIANSYAF, D. R. The application of Time-Driven Activity-Based Costing in the hospitality industry: an exploratory case study. Journal of Applied Management Accounting Research, v.12, n.1, p. 27-55, 2014.

BLOCHER, E. J.; CHEN, K. H.; LIN, T. W. Cost management: a strategic emphasis. 2. ed. Boston: Mass McGraw-Hill/Irwin, 2002.

BORNIA, A. C. Análise gerencial de custos: aplicação em empresas modernas. 2. ed. São Paulo: Atlas, 2009.

BRUGGEMAN, W.; EVERAERT, P.; ANDERSON, S. R.; LEVANT, Y. Modeling logistics costs using Time-Driven ABC: a case in a distribution company. Working Papers of Faculty of Economics and Business Administration, Ghent University, Belgium 05/332, Ghent University, Faculty of Economics and Business Administration, 2005.

CAMPANALE, C.; CINQUINI, L.; TENUCCI, A. Time-driven activity-based costing to improve transparency and decision making in healthcare: a case study. Qualitative Research in Accounting & Management. v. 11, n. 2, p. 165–186, 2014.

CAMPOS, G. F.de O.; FIGUEIRÊDO JR., H.S. de. Aplicação do método de custeio ABC direcionado pelo tempo (TDABC) como apoio à gestão de um estaleiro naval. In: Congresso Brasileiro de Custos, 16, 2009. Fortaleza. Anais... São Leopoldo: ABCustos, 2009.

CARDINAELS, E.; LABRO, E. On the determinants of measurement error in Time-Driven Costing. The Accounting Review. v. 83, n. 3, p. 735-756, mai/2008.

DALMÁCIO, F. Z.; REZENDE, A. J.; AGUIAR, A. B. Uma aplicação do Time-Driven ABC Model no setor de serviço hospitalar: a nova abordagem ABC proposta por Kaplan e

Anderson. Contabilidade Vista & Revista, v.18, n.2, p.11-34, abr./jun. 2007.

DE LA VILLARMOIS, O.; LEVANT, Y. Le time driven ABC: la simplifcaton de l’évaluaton des coûts par le recours aux équivalents – un essai de positonnement. Finance Contrôle Stratégie. v. 10, n. 1, p. 149-182, mar. 2007.

DEJNEGA, O. Method time driven activity based costing: literature review. Journal of Applied Economic Sciences (JAES), v. 6, n. 1, p. 7-15, 2011

DEMEERE, N.; STOUTHUYSENA, K.; ROODHOOFT, F. Time-driven activity-based costing in an out patent clinic environment: development, relevance and managerial impact. Health Policy. v. 92, n.2/3, p. 296-304, 2009.

EVERAERT, P.; BRUGGEMAN, W. Time driven activity based costing: exploring the underlying model. Cost Management, v. 21, n. 2, p. 16-20, 2007.

EVERAERT, P.; BRUGGEMAN, W.; SARENS, G.; ANDERSON, S.; LEVANT, Y. Cost modeling in logistics using time-driven ABC: experiences from a wholesaler. International Journal of Physical Distribution & Logistics Management. v. 38, n. 3, p. 172-191, 2008.

FARIA, A. R.; TRIGUEIROS, D.; FERREIRA, F. Práticas de custeio e controlo de gestão no sector hoteleiro do Algarve. Tourism & Management Studies, n. 8, v. 1, p. 100-107, 2012.

FONTOURA, F. B. B. da. Gestão de custos: uma visão integradora e prática dos métodos de custeio. São Paulo: Atlas, 2013.

GERVAIS, M.; LEVANT, Y.; DUCROCQ, C. Time-driven activity-based costing (TDABC): an initial appraisal through a longitudinal case study. Journal of Applied Management Accounting Research, v. 8, n. 2, p. 1-20, 2010.

GIANNETTI, R.; VENNERI, C.; VITALI, P.M. Time-driven activity-based costing and capacity cost management: the case of a service firm. Cost Management, v. 25, n. 4, p. 6-16, 2011.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisas. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2010.

HEIN, N.; CARDOSO, N. J. Utilização em laboratórios de análises clínicas do custeio baseado em atividade e tempo (TDABC). In: Congresso Brasileiro de Custos, 15, 2008. Curitiba. Anais... São Leopoldo: ABCustos, 2008.

KAPLAN, R. S. Improving value with TDABC. Healthcare Financial Management. v. 68, n. 6, p. 76–83, 2014.

KAPLAN, R. S.; ANDERSON, S. R. Time-driven activity-based costing. Harvard Business Review. November, 2004.

KAPLAN, R. S.; ANDERSON, S. R. Custeio baseado em atividade e tempo. Rio de Janeiro. Campus, 2007.

KAPLAN, R.S.; ANDERSON, S.R. Time-Driven Acitivity-Based Costing: a simpler and more powerful path to higher profits. Boston: Harvard Business School Press, 2007b.

KAPLAN, R. S.; PORTER, M. E. How to solve the cost crisis in health care. Harvard Business Review. v. 89, n. 9, p. 47-64, 2011.

KÖCHE, J.C. Fundamentos da metodologia científica: teoria da ciência e iniciação à pesquisa. 32ª ed. Petrópolis: Vozes, 2013.

LUIZ, G.; GASPARETTO, V.; LUNKES, R. J.; SCHNORRENBERGER, D. Utilização do Método da Unidade de Esforço de Produção (UEP): estudo em uma empresa de cosméticos. Revista ABCustos – Associação Brasileira de Custos, v. 9, n.1, jan./abr. 2014.

MARQUES, K. C. M.; CAMACHO, R. R.; ALCANTARA, C. C. V. Avaliação do rigor metodológico de estudos de caso em contabilidade gerencial publicados em periódicos no Brasil. Revista Contabilidade & Finanças-USP. São Paulo, v. 26, n. 67, p. 27-42, jan/abr. 2015.

McLAUGHLIN, N.; BURKE, M.A.; SETLUR, N.P.; NIEDZWIECKI, D.R.; KAPLAN, A.L.; SAIGAL, C.; MAHAJAN, A.; MARTIN, N.A.; KAPLAN, R.S. Time-driven activity-based costing: a driver for provider engagement in costing activities and redesign initiatives. Neurosurq Focus, v. 37, n. 5, p. 1-9, 2014.

MISONO, A. S.; OKLU, R.; PRABHAKAR, A. M. Time-Driven Activity-Based Costing trumps traditional cost accounting for radiologists. American Journal of Roentgenology, v.204, n.2, p. 55-64, 2015.

MORTAJI, S. T. H.; BAGHERPOUR, M.; MAZDEH, M. M. Fuzzy Time-Driven Activity-Based Costing. Engineering Management Journal, v. 25, n. 3, p. 63-73, 2014.

ÖKER, F.; ADIGÜZEL, H. Time-Driven Activity-based Costing: an implementation in a manufacturing company. Journal of Corporate Accounting & Finance. v. 22, n.1, p. 75–92, November/December, 2010.

PACASSA, F.; SCHULTZ, C. A. TDABC: uma proposta para implementação em um frigorífico de pequeno porte. In: Congresso Brasileiro de Custos, 23, 2016. Porto de Galinhas. Anais... São Leopoldo: ABCustos, 2016.

PAIVA, S.; BACCARIN, J. G.; BUENO, O de. Gestão de custos baseado no tempo aplicada em pequenas empresas. In: Encontro Nacional de Engenharia de Produção - ENEGEP, 30, 2010, São Paulo. Anais... São Paulo: Abepro, 2010.

PEREIRA, A. R. Aplicabilidade do sistema de custeio baseado em atividade e tempo em indústria de bebidas. 2011. Dissertação (Mestrado em Economia) - Programa de Pós-graduação em Economia. Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2011

PEREIRA, S. I. M. Custeio por Atividades (ABC) e Unidade de Esforço de Produção (UEP): similaridades, diferenças e complementaridades. 2015. Dissertação (Mestrado em Controladoria e Contabilidade). Universidade de São Paulo – USP, São Paulo, 2015.

PERNOT, E.; ROODHOOFT, F.; ABBEELE, A. V. den A. Time-Driven Activity-Based Costing for inter-library services: a case study in a university. The Journal of Academic Librarianship. v. 33, n. 5, p. 551–560, set., 2007.

PINENO, C. J. Simulation of the weighting of Balanced Scorecard Metrics including sustainability and Time-Driven ABC Based on the product life cycle. Management Accounting Quarterly, v. 13, n. 02, p. 21-38, 2012.

RATNATUNGA, J.; TSE, M. S. C.; BALACHANDRAN, K. R. Cost management in Sri Lanka: a case study on volume, activity and time as cost drivers. The International Journal of Accounting. v. 47, n. 3, p. 281–301, 2012.

REDDY, K.; VENTER, H. S.; OLIVIER, M. S. Using time-driven activity-based costing to manage digital forensic readiness in large organizations. Information Systems Frontiers. v. 14, n. 5, p. 1061-1077, 2012.

RICHARDSON, R. J. et al. Pesquisa social: métodos e técnicas. 3. ed. rev. e ampl. São Paulo: Atlas, 1999.

ROS-MCDONELL, L., SETHI, S.; BOGATAJ, M. Industrial engineering: innovative networks, Annals of Industrial Engineering, 2012.

SANTANA, G.A.S.; COLAUTO, R.D; CARRIERI, A.P. Institucionalização de instrumentos de custeio: o caso de uma organização do setor elétrico brasileiro. Revista Universo Contábil, v. 8, n. 2, p.25-42, abr./jun., 2012.

SCHUCH, C.; SOUZA, R. B. L.; RAIMUNDINI, S. L. Aplicabilidade do Time-driven Activity-based Costing em uma instituição de ensino fundamental e médio. Revista de Contabilidade Dom Alberto, v. 1, n. 2, p. 1-16, 2012.

SIGUENZA-GUZMAN, L. ABBEELE, A.V.D.; VANDEWALLE, J.; VERHAAREN, H.; CATTRYSSE. Using Time-Driven Activity-Based Costing to support library management decisions: a case study for lending and returning processes. The Library Quarterly, v. 84, n. 1, p. 76-98, 2014.

SOUZA, M. A. de; DIEHL, C. A. Gestão de custos: uma abordagem integrada entre contabilidade, engenharia e administração. São Paulo: Atlas, 2009.

SOUZA, A. de S.; AVELAR, E. A.; FERREIRA, L. S.; BOINA, T. M.; RAIMUNDINI, S. L. Análise da aplicabilidade do Time-driven Activity-based Costing em empresas de produção por encomenda. In: Congresso Brasileiro de Custos, 15, 2008. Curitiba. Anais... São Leopoldo: ABCustos, 2008.

SOUZA, A. A. de; AVELAR, E. A.; BOINA, T. M.; CAIRES, N. A. Aplicação do time-driven ABC em uma empresa varejista. In: Congresso Brasileiro de Custos, 16, 2009. Fortaleza. Anais... São Leopoldo: ABCustos, 2009.

SOUZA, A. A.de; AVELAR, E. A.; BOINA , T. M.; GUERRA, M.. Análise da aplicabilidade do time-driven ABC: estudos de casos múltiplos. In: Congresso Brasileiro de Custos, 17, 2010. Belo Horizonte. Anais... São Leopoldo: ABCustos, 2010.

STOUT, D. E.; PROPRI, J. M. Implementing Time-driven Activity-based Costing (TDABC) at a mediumsized electronics company. Management Accounting Quarterly. v. 12, n. 3, p. 1-11, 2011.

VARILA, M.; SEPPANEM, M.; SUOMALA, P. Detailed cost modelling: a case study in warehouse logistics. International Journal of Physical Distribution & Logistics Management. v. 37, n. 3, p. 184-200, 2007.

WERNKE, R.; FARIAS, S.; JUNGES, I.; ZANIN, A. Aplicação do TDABC (Time-driven Activity-based Costing) em laboratório de próteses dentárias: um estudo de caso. RACEF – Revista de Administração, Contabilidade e Economia da Fundace. v. 7, n. 2, p. 130-147, 2016.

WERNKE, R.; MENDES, E. Z. TDABC aplicado ao setor de manutenção de transportadora. In: Congresso Brasileiro de Custos, 16, 2009. Fortaleza. Anais... São Leopoldo: ABCustos, 2009.

WERNKE, R.; JUNGES, I.; LEMBECK, M. Comparativo entre os métodos UEP e TDABC: estudo de caso. Revista Ambiente Contábil. v. 7, n. 1, p. 51-69, jan/jun., 2015.

WERNKE, R.; JUNGES, I. Influência da ociosidade fabril no custo unitário do produto: comparativo entre os métodos TDABC e absorção. Revista Gestão, Finanças e Contabilidade, v. 7, n. 3, p. 362-378, set/dez., 2017.

WERNKE, R.; MENDES, E.Z.; LEMBECK, M. ABC versus TDABC: estudo de caso em transportadora. In: Congresso Brasileiro de Custos, 17, 2010. Belo Horizonte. Anais... São Leopoldo: ABCustos, 2010.

YIN, R.K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 2ª ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.