Análise do ciclo de vida e da logística reversa como ferramentas de gestão sustentável: o caso das embalagens PET

Rafael Rodrigues Silva, Flávia Tatiane Ribeiro de Lima Rodrigues

Resumo


O objetivo deste trabalho é explanar sobre o uso conjunto da Avaliação do Ciclo de Vida (ACV) e da Logística Reversa como ferramentas de Gestão Sustentável da Produção. Também pretende-se mostrar as regalias provenientes da utilização dessas ferramentas e evidenciar os princípios da logística reversa, bem como seu diferencial competitivo, minimizando os custos e contribuindo para a preservação do meio ambiente. Com isso, as empresas e a população precisam buscar soluções que minimizem os impactos ambientais para que não sejam afetados por esses danos. Nesse sentido, são apresentadas práticas de logística reversa e a ACV de produtos, com base no caso das embalagens PET, que surgem como importantes ferramentas para o desenvolvimento sustentável, auxiliando ainda na identificação de oportunidades de melhorias dos aspectos ambientais, desde a matéria-prima e fabricação, até o uso e disposição final. Portanto, conclui-se que as empresas devem estar prontas para atender as exigências e pressões do mercado, do consumidor e da legislação vigente, pois a escolha pela sustentabilidade em termos de logística é peça fundamental para o desenvolvimento econômico e para preservação do Meio Ambiente.


Palavras-chave


Sustentabilidade; Logística Reversa; ACV

Texto completo:

PDF/A

Referências


ABIPET. Associação Brasileira da Indústria de PET. Resina PET – o que é PET. Disponível em: . Acesso em: 05 jan. 2015.

ABIPET. Associação Brasileira da Indústria de PET. Reciclagem – benefícios da reciclagem PET. Disponível em: . Acesso em: 05 jan. 2015.

ABNT. Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR ISO 14040:2009: Gestão ambiental – Avaliação do ciclo de vida – Princípios e estruturas. Rio de Janeiro, 2009.

ADLMAIER, D.; SELLITTO, M. A. Embalagens retornáveis para transporte de bens manufaturados: um estudo de caso em logística reversa. Produção, v. 17, n. 2, p. 395-406, 2007.

ALVES-MAZZOTTI, A. J.; GEWANDSZNAJDER, F. O método nas ciências naturais e sociais: pesquisa quantitativa e qualitativa. 2. ed. São Paulo: Pioneira. 1999.

BARBOSA JÚNIOR, A. F.; MORAIS, R. M.; EMERENCIANO, S. V.; PIMENTA, H. C. D.; GOUVINHAS, R. P. Conceitos e aplicações de análise do ciclo de vida (ACV) no Brasil. Revista Gerenciais. São Paulo, v.7, n.1, p. 39-44, 2008.

BRASIL. Política Nacional de Resíduos Sólidos. Lei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010.

CHANG, D.; LEE, C. K. M.; CHEN, C.-H. Review of life cycle assessment towards sustainable product development. Journal of Cleaner Production [S.I.]. v. 83, n. 0, p. 48–60, 2014.

CHAVES, G. L. D.; BATALHA, M. O. Os consumidores valorizam a coleta de embalagens recicláveis? um estudo de caso da logística reversa em uma rede de hipermercados. Gestão & Produção. São Carlos, v. 13, n. 3, p. 423-434. 2006.

DAHER, C. E.; SILVA, E. P. S.; FONSECA, A. P. Logística Reversa: oportunidade para redução de custos através do gerenciamento da cadeia integrada de valor. Brazilian Business Review. Vitória, v. 3, n. 1, p. 58-73, 2006.

GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 5. ed. São Paulo: Atlas. 2010.

GONÇALVES, M. E.; MARINS, F. A. S. Logística Reversa numa empresa de laminação de vidros: um estudo de caso. Gestão & Produção. São Carlos, v. 13, n. 3, p. 397-410, 2006.

GONÇALVES-DIAS, S. L. F. Há vida após a morte: um (re)pensar estratégico para o fim da vida das embalagens. Gestão & Produção. São Carlos, v.13, n.3, p.463-474, 2006.

GONÇALVES-DIAS, S. L. F.; TEODÓSIO, A. S. S. Estrutura da cadeia reversa: “caminhos” e “descaminhos” da embalagem PET. Produção. São Paulo, v. 16, n. 3, p. 429-441, 2006.

GUARNIERI, P.; DUTRA, D. J. S.; PAGANI, R. N.; HATAKEYAMA, K.; PILATTI, L. A. Obtendo competitividade através da logística reversa: estudo de caso em uma madeireira. Journal of Technology Management & Innovation [S.I.], v. 1, n. 4. 2006.

HINZ, R. T. P.; VALENTINA, L. V. D.; FRANCO, A. C. Sustentabilidade ambiental das organizações através da produção mais limpa ou pela Avaliação do Ciclo de Vida. Estudos tecnológicos. São Leopoldo, v. 2, n. 2, p. 91-98, 2006.

LEITE, P. R. Logística reversa na atualidade. In: PHILIPPI JR., Arlindo (Coord.). Política nacional, gestão e gerenciamento de resíduos sólidos. São Paulo: Manole, 2012.

LEITE, P. R. Logística reversa: meio ambiente e competitividade. São Paulo: Prentice Hall, 2003.

MUELLER, C. F. Logística Reversa, Meio Ambiente e Produtividade. Grupo de Estudos Logísticos, Universidade Federal de Santa Catarina, 2005. Disponível em: . Acesso em: 04 jan. 2015.

NOGUEIRA, A. Logística Reversa no Brasil. 2005 Disponível em: . Acesso em: 04 jan. 2015.

PEDROSA, A. S. A logística reversa como uma ferramenta gerencial: um novo diferencial competitivo para as organizações. Revista Qualit@s. João Pessoa, v. 7, n. 2, p. 1-16, 2008.

REVEILLEAU, A. C. A. A. Política Nacional de Resíduos Sólidos: aspectos da responsabilidade dos geradores na cadeia do ciclo da vida do produto. Revista Internacional de Direito e Cidadania [S.I.]. n. 10, p. 163-174, 2011.

SPINACÉ, M. A. S.; PAOLI, M. A Tecnologia da reciclagem de polímeros. São Paulo: Sociedade Brasileira de Química, 2005.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2005.

ZOBEL, T.; ALMROTH, C.; BRESKY, J.; BURMAN, J.-O. Identification and assessment of environmental aspects in an EMS context: an approach to a new reproducible method based on LCA methodology. Journal of Cleaner Production [S.I.]. v. 10 n. 4, p. 381–396, 2002.

ZHANG, Y.; LUO, X.; BUIS, J. J.; SUTHERLAND, J. W. LCA-oriented semantic representation for the product life cycle. Journal of Cleaner Production [S.I.]. v. 86, n. 0, p. 146–162, 2015.




e-ISSN 2175-8018


Creative Commons License
IJIE - Iberoamerican Journal of Industrial Engineering foi licenciada sob uma Licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 4.0 International License.


Iberoamerican Journal of Industrial Engineering. Universidade Federal de Santa Catarina. Departamento de Engenharia de Produção e Sistemas. Florianópolis, SC, Brasil.

Para entrar em contato com a equipe editorial do IJIE, encaminhe um e-mail para periodico.ijie@gmail.com ou ijie@contato.ufsc.br