Gestão de estoques: fator decisivo para a lucratividade organizacional

Junior Rogério da Silva, Marjana Eloísa Henzel

Resumo


Este trabalho apresenta uma abordagem sobre a gestão de estoques em uma empresa ramo metal mecânico do Estado Rio Grande dos Sul (RS). Com isso estão sendo implementados processos que garantam a eficiência da gestão e o maior giro de estoques possível, eliminando desperdício de materiais e compras em excesso. As formas de abastecimento e suprimento estão sendo alteradas para se obter um maior resultado na performance de entrega por parte dos fornecedores terceirizados, entres eles, itens importados que exijam um maior cuidado no envio da programação para posterior suprimento, pois são transportados nos modais aéreos e marítimos, onde o tempo de entrega é maior. A avaliação dos sistemas Kanban, MRP e EDI são ferramentas que auxiliam e orientam a gestão nos momentos de análises, para tomada de decisões. A cadeia de abastecimento no processo interno e externo, juntamente com os gráficos de controle, ajudam a controlar e identificar o que foi definido estrategicamente pela direção da empresa. Destaca-se o estudo aprofundado do processo de gestão de estoques como fator decisivo para a lucratividade organizacional, os processos envolvidos no suprimento e as mudanças aplicadas pela gestão. A análise e interpretação dos dados estatísticos dos fabricantes de máquinas agrícolas foram feitas com base em informações obtidas na empresa. Após esta etapa, foi possível realizar o diagnóstico e análise da organização em estudo, desta forma, as evidências demostram que tal procedimento visa contribuir para a eficiência da produção evitando assim que ocorram faltas e desperdícios.


Palavras-chave


Gestão; Estoques; Organização.

Texto completo:

PDF/A